Banner
Início Colunas Francisco Souto Neto Cuidado: sua conta corrente já foi hoje invadida?

Cuidado: sua conta corrente já foi hoje invadida?

Ocorreu-me um fato muito estranho. Logo a mim, que sou extremamente cauteloso em relação à minha conta corrente. Tenho conta em um único banco. Os eventuais cheques que emito, são invariavelmente cruzados e nominais, com as palavras “ou à sua ordem” riscadas. Faço isso para que os mesmos não sejam passados adiante e não fiquem circulando como dinheiro por mãos de desconhecidos.
Por precaução não efetuo negócios bancários através da internet. Não verifico saldos pelo computador, nem faço aplicações e não informo número de conta corrente a ninguém. Se algum hacker eventualmente invadir minha máquina, ficará decepcionado pela inexistência de senhas bancárias. Não uso cartão de crédito, exceto quando estou no Exterior. Meu número não consta do guia telefônico. E ao telefone jamais ouço as ofertas de bancos, cartões de crédito e similares, que não se cansam de ligar (mesmo não estando o meu número telefônico divulgado nas listas), aos quais simplesmente respondo e desligo: “Obrigado, mas não estou interessado”.
Guardo todos os recibos de pagamentos feitos com cartão de débito, checando-os com os extratos fornecidos pelo banco. Nos últimos meses notei algum eventual pequeno lançamento de origem desconhecida, mas acreditei que se tratasse do débito de qualquer almoço ou de despesa em supermercado que eu tivesse me esquecido de anotar. Porém no mês passado ocorreu-me algo enigmático: percebi que um débito sem comprovação – de R$19,90 – repetia o mesmo valor que fora debitado no mês anterior. Imediatamente resolvi esclarecer a questão.
Observe-se o detalhe: o meu provedor da internet é unicamente o Terra. Descobri que o valor de $19,90 era de uma assinatura pela “banda larga” do provedor UOL, com o qual nunca mantive contato. Ligando àquele provedor vim a saber da existência de dois endereços de e-mail em meu nome, dos quais nunca tive conhecimento. Logicamente, apressei-me em resolver o assunto: o gerente do meu banco retirou o UOL da sua lista de débitos em minha conta, e o UOL, num longo telefonema que lhe fiz, primeiro informou-me que tinha a data e a hora em que eu teria contratado os seus serviços. Ao conferir as informações atestou que minha conta corrente estava com os dados corretos, assim como o meu endereço, mas minha data de nascimento estava errada.
Devo salientar que uma senhora da assessoria do onbudsman do provedor UOL, muito correta, fez os levantamentos dos débitos irregulares e me os restituiu integralmente. Isto, porém, revela apenas a ponta de um iceberg. O indiscutível é que alguém, ou uma gang dentro do UOL, está cometendo estelionato, invadindo e saqueando contas correntes. Ou fazem isso para receber comissão, ou o dinheiro está caindo na conta do UOL e sendo desviado para os criminosos. Uma das sugestões que passei à empresa, foi para que ouçam a gravação que dizem existir, e identifiquem os autores do telefonema, e a voz de quem teria autorizado a contratação dos serviços – que não foi a minha.
Mais estranho ainda: ao contar o episódio para a proprietária deste Jornal, ela me revelou que com sua mãe, no ano passado, aconteceu exatamente o mesmo! Sua conta sofrera débitos mensais, a cada vez mais altos, a favor do UOL. Sim, do mesmíssimo provedor UOL. A coincidência confirmou que a fraude a que fui submetido não é um caso isolado. Muitas pessoas devem estar sendo lesadas. Então, para onde estará indo o suposto enorme volume do dinheiro roubado?
Parece-me óbvio que uma empresa como UOL seja dirigida por pessoas idôneas. Se assim for, como se espera, que lhe sirva de advertência para que uma rigorosa sindicância seja instaurada e que encontrem os estelionatários, denunciando-os pelo crime e publicamente entregando-os à Justiça. Só assim, com informações à opinião pública, aquele provedor demonstrará transparência e afastará de si a suspeita da conivência.
 
Francisco Souto Neto

Banner

Redes Sociais

  • Facebook: CentroCivico/
  • Twitter: @centro_civico

Visitantes

Nós temos 18 visitantes online
Visualizações : 965285

Cadastro



TEMPO

Pesquisar

Banner
Banner