Entrega de 63 novos ônibus para a frota do transporte coletivo de Curitiba, atingindo a marca de 400 ônibus entregues desde 2017. Na imagem Prefeito Rafael Greca faz a entrega dos veículos novos na canaleta do Bairro Santa Cândida – Curitiba, 03/03/2020 – Foto: Daniel Castellano / SMCS

 

O prefeito Rafael Greca entregou, no ultimo dia 3 de março, mais 63 ônibus novos. Com esse novo lote, a cidade alcança 400 novos veículos desde 2017, o que significa que 32% da frota operante foi renovada desde então.

“Assumimos a cidade com uma frota arrebentada. E nossa meta era chegarmos a 400 novos veículos. Cumprimos a  nossa missão. E a boa notícia é que teremos mais outros 50 novos ônibus, a maioria biarticulados, que serão entregues na antevéspera do aniversário de Curitiba”, adiantou o prefeito.

Dos 63 veículos entregues dia 03/03, 33 são do tipo comum, com capacidade par 87 passageiros, e 30 micro especiais, para 65 passageiros. Eles vão atender, ao todo, a 42 linhas, sendo a maior parte que circula na região norte da cidade. (Confira a lista no fim da matéria).

Os novos ônibus foram entregues ao lado terminal do Santa Cândida, localizado na região norte e um dos mais importantes da cidade, que recebe 39 mil passageiros por dia.

“Estamos aqui, entregando o ônibus número 400, no alto da colina do bairro, com a perspectiva da histórica Igreja de Santa Cândida, que recebeu a visita de Dom Pedro II, acompanhado de 400 cavalheiros em 1880”, recordou Greca.

“Curitiba é referência em BRT (Bus Rapid Transit, de canaletas exclusivas)  para o mundo, com um modelo copiado para mais de 250 cidades e que custa mil vezes menos que o metrô”, disse o prefeito.

O sistema de transporte de Curitiba é composto por cerca de 1.250 ônibus que transportam 1,23 milhão de passageiros por dia. As linhas realizam, em média, 14,1 mil viagens por dia e percorrem mais de 273 mil quilômetros. O sistema conta atualmente com 254 linhas urbanas operadas por três consórcios.

Avanço tecnológico

O presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs), Ogeny Pedro Maia Neto, destaca que os novos ônibus trazem novas tecnologias, que agregam conforto e segurança para o usuário.

“Trata-se da maior renovação de frota dos últimos anos, com veículos mais modernos e que trazem uma série de benefícios para os passageiros”.

O sistema de transporte da capital passa por um período de inovação em todos os níveis, ressalta o presidente da Urbs. Entre as mudanças para melhor no transporte curitibano, estão além da renovação da frota, a redução do valor da passagem fora de horários de pico, reformas nos terminais, programas de eficiência energética e a redução do preço da passagem fora dos horários de pico.

Os novos veículos vêm com tecnologia embarcada que oferece acessibilidade a pessoas de idade e também para pessoas com deficiência. Os veículos têm, inclusive, sinalização em Braille e sistema de comunicação verbal, por alto-falante, para orientar motoristas e passageiros.

Na imagem veiculos novos na canaleta do Bairro Santa Candida – Curitiba, 03/03/2020 – Foto: Daniel Castellano / SMCS

Mais conforto

Para os passageiros, a frota nova facilita do dia a dia de quem se desloca de ônibus para ir trabalhar ou estudar. As linhas Paraíso e Interbairros, bastante usadas por Helisson Oliveira, que trabalha com recepcionista de hotel, estão operando com ônibus novinhos.

“Melhorou muito de uns três anos para cá, porque os ônibus são novinhos e muito mais confortáveis”, disse Oliveira que é morador do Bairro Alto.

Os amigos Matheus Felipe Pilute Silva e Matheus Ribas Bonfim, além de usuários do transporte, compartilham a mesma paixão pelos ônibus. São estudiosos e pesquisadores sobre sistemas de transporte coletivo. A dupla fez questão de acompanhar a nova entrega para fotografar os novos veículos e divulgar as informações pelas redes sociais aos busólogos, como são chamados as pessoas que adoram ônibus. A página é compartilhada sobre o assunto no facebook e reúne mil pessoas interessadas no tema. “Desde 2011 não víamos tanta renovação na frota de Curitiba. Tá bonito demais acompanhar essas entregas ” disse Bonfim.

Estiveram presentes na entrega dos ônibus os vereadores Jairo Marcelino, Edson do Parolin, o diretor executivo do Sentransp, (Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana), Luiz Alberto Lenz César; os administradores regionais Janaína Lopes Gehr (Boa Vista) e Matriz (José Dirceu de Matos), diretores e gestores da Urbs.

Descrição

Dos novos veículos, 33 são do tipo Comum (motor dianteiro, de 12 metros de comprimento), chassi Mercedes Benz OF1721L, motorização EURO V/PROCONVE P7, categoria intercambiável (cor laranja), para operação nas linhas convencionais e alimentadoras. Eles têm capacidade para 87 passageiros e são equipados com quatro câmeras internas.

Outros  30 veículos são do tipo micro especial (motor dianteiro, de 9,60 metros de comprimento), chassi Mercedes Benz OF1519, motorização EURO V/PROCONVE P7, categoria intercambiável (cor laranja), para operação nas linhas convencionais e alimentadoras. A capacidade é para 65 passageiros, equipados com quatro câmeras internas.

Outros equipamentos disponíveis são dois espaços reservados para cadeirantes, sistema de monitoramento por câmeras, sinais sonoro e visual de fechamento das portas, plaqueta com o prefixo do ônibus em Braille, mensagem de voz na solicitação de parada do cadeirante, 20% de bancos destinados às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e iluminação interna em LED.

Confira as linhas que serão atendidas pelos novos ônibus

341 -Bairro Alto/Santa Cândida

373- Alto Tarumã

160 JD Mercês/Guanabara

166 Vila Nori

168 Raposo Tavares

171 Primavera

175 Bom Retiro/PUC

183 JD.Chaparral

226 Abaeté

231 Banestado/Califórnia

232 Aliança

233 Olaria

236 São Benedito

242 Vila Leonice

342 Bairro Alto/Boa Vista

811 Saturno

816 Campina do Siqueira/Santa Felicidade

829 Universidade Positivo

870 São Braz

184 V.Suiça

214 Tingui

224 Cassiopéia

244 JD do Arroio

266 Estribo Ahú

272 Paineiras

280 Nossa Senhora de Nazaré

285 Juvevê/Água Verde

343 Paraíso

365 Jardim Social/Batel

366 Itupava/Hospital Militar

386 Cajuru

760 Sta Quitéria

658 Capão Raso/Caiuá

712 Jardim Independência/CIC

720 Fazendinha/Campo Comprido

826 Campo Comprido/CIC

150 Canal da Música/Vista Alegre

911 Passaúna

912 José Culpi

913 Butiatuvinha

918 Veneza

965 São Bernardo

Nova frota permite inovações no sistema de transporte da cidade

Os novos ônibus também poderão agregar novas funcionalidades que serão implantadas no sistema de transporte coletivo nos próximos meses, entre elas:

– biometria facial, que faz o reconhecimento da face para evitar fraudes na utilização dos cartões de estudantes e de isentos, como idosos e portadores de necessidades especiais;

– integração entre linhas, que permitirá a troca de linhas de ônibus com o pagamento de apenas uma tarifa, sem a necessidade de estar em um terminal de integração;

– integração temporal, que possibilitará a troca de linhas de ônibus com o pagamento de apenas uma tarifa, mas desde que realizada dentro de um período determinado;

– interoperabilidade entre sistemas metropolitanos, que permitirá, no futuro, que usuários de outros sistemas metropolitanos possam utilizar apenas um cartão para o pagamento da tarifa;

– ampliação da tarifa diferenciada, hoje algumas linhas possuem tarifa diferenciada, mais barata, em determinados horários do dia, mas será possível ampliar o número de linhas com esse benefício, bem como criar tarifas mais baratas ou de valor diferenciado para determinados dias da semana e feriados, ou para determinados trechos percorridos e/ou destinos;

– venda de créditos por aplicativos, dará mais agilidade à utilização de aplicativos para celulares para a compra e recarga de créditos para o cartão transporte;

– pagamento da tarifa com o celular, por meio da aproximação do aparelho habilitado ao validador e com de créditos virtuais carregados no telefone;

– pagamento com cartões de débito e de crédito, será aceita a utilização de cartões bancários para o pagamento da tarifa, seja no débito ou no crédito;

– operação com cartões cipurse, que oferecem mais segurança, não havendo, entretanto, a necessidade da substituição imediata dos atuais cartões que estão em operação. Esses cartões estão sendo substituídos gradualmente desde 2008;

– gestão da frota, com a modernização de todo sistema e utilização de equipamentos mais avançados para um maior controle sobre o cumprimento dos horários.